ESTADO DE ALERTA

29/01/2021   às  00:00 hs 

NORMALIDADE
ATENÇÃOb.png
PRONTO EMPREGOb.png
OPERAÇÕESb.png

Estados de Alertas

Os Estados de Alertas servem como comunicação entre os membros e as diversas unidades da BUSF-Brasil/CPLP, indicando que poderá vir a existir ou existe situação que deva receber atenção da organização.

 

Envolve o processo de acompanhamento da situação, ou atuação de uma equipe de Força Tarefa para Emergências ou de uma Divisão. Os Estados de Alertas na BUSF-CPLP são graduados em 4 (quatro) fases ou estados de alerta VERDE, AMARELO, AZUL E LARANJA e cada um deles tem sua característica própria para execução de atividades nas Unidades que as decretarem.

A declaração dos Estados de Alerta (exceto o AZUL e o LARANJA conforme os POPE - Protocolos Operacionais Padrão para Emergências) são da competência dos Delegados Regionais ou Estaduais e deverá cautelarmente ser informado ao Comando Geral de Operações - CGO da BUSF-Brasil/CPLP  ou ao Presidente da Organização com as indicações de previsão do desenvolvimento da situação e da possível resposta.

Estado de Alerta Verde

(NORMALIDADE)

Corresponde a situação normalidade onde não se registra qualquer fato indicador de risco às populações. O acompanhamento de informações é de rotina em todas as Diretorias, Divisões e Unidades da BUSF.

Estado de Alerta Amarelo

(ATENÇÃO)

Quando da possibilidade ou acontecimento de situações que coloquem em risco populações ou patrimônios onde apresente a probabilidade de populações serem afetada por fatores de origens naturais (por exemplo situação meteorológica adversa) ou tecnológica, exigindo a adoção de um grau de acompanhamento mais próximo com as organizações governamentais da área que possa a equipe de Força Tarefa vir atuar. É de considerar o planejamento de uma atividade de resposta protocolada por equipes especificamente montadas para a situação que se apresenta.

Estado de Alerta Azul

(PRONTO EMPREGO)

Quando da ocorrência certa do acontecimento ter atingido populações ou bens públicos ou privados, a Divisão FORTE deve se PREPARAR (mobilizar)  para atuar em determinados Teatros de Operações ou Zonas de Emergências em acordo aos Protocolos Operacionais da Força Tarefa, em acordo os manuais da Insarag quando for o caso e em conformidade com as autoridades competentes locais. 

Na condição de Pronto Emprego os membros acionados na situação amarela devem estar aptos a partirem para a área afetada IMEDIATAMENTE já com todo o planejamento realizado na condição anterior. A Condição de PRONTO EMPREGO, também pode vir de maneira imediata, sem que tenha o Comando Geral de Operações - CGO tido a oportunidade de planejar as operações para determinada situação que apresente necessidade de intervenção. Por essa razão deve-se o Comando da FORTE, possuir planos pré-estabelecidos anteriormente para diversos cenários, formatando assim POPEs específicos para ações dentro ou fora do Brasil.

O aprestamento das Divisões, Unidades e Grupamentos deve ser imediato ao acionamento da condição de PRONTO EMPREGO.

Estado de Alerta Laranja

(OPERAÇÕES)

Quando a BUSF-Brasil através de qualquer de suas Divisões Unidades ou Grupamentos se encontrar em Zona de Emergência ou Teatro de Operações com equipe de Força Tarefa em atividades, até o seu regresso para a condição de NORMALIDADE o alerta institucional será o LARANJA mostrando assim que a BUSF esta em alguma parte do mundo em atividades de OPERAÇÕES.