Regimento Interno Disciplinar

 

USO INTERNO EM TODAS AS ORGANIZAÇÕES DA BUSF-CPLP

 

 

A Assembleia Geral Extraordinária de 1º de Janeiro de 2017,

aprova o presente Regimento Interno Disciplinar – RID,

para que sejam por todos cumpridos em todas as esferas de

ação Administrativa, Educacionais e Operacional da Organização.

 

 

A hierarquia é a ordenação progressiva de autoridade, em graus diferentes, da qual decorre a obediência, dentro da estrutura da Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras – BUSF-CPLP, culminando no Presidente da Organização. A disciplina é o exato cumprimento dos deveres do membro da organização independente de sua característica. Traduzindo-se na rigorosa observância e no acatamento integral dos Estatutos, Regulamentos, Normas e Ordens por parte de todos e de cada um dos integrantes da organização.

A hierarquia e a disciplina são princípios filosóficos de caráter fundamentalista, pois constituem a base das organizações. E como princípios fundamentalistas, condensam os valores do individuo, como o respeito à dignidade da pessoa humana, o patriotismo, o civismo, o profissionalismo, a lealdade, a constância, a verdade real, a honra, a honestidade e a coragem. São princípios que pretendem dar máxima eficácia às instituições, pois é inconteste que a hierarquia e a disciplina conferem melhor eficiência às instituições que lidam com a resposta a urgências, emergências e demais situações que possam ser caracterizadas como “Grandes Desastres”. A disciplina é o que se pode denominar de "disciplina qualificada" se tomada em relação à disciplina exigida de outros tipos de voluntários, já que detentora de institutos próprios, com a imposição de comportamentos absolutamente afinados ao imperativo da autoridade, do serviço e dos deveres, o que em regra não se exige de outro tipo de voluntário.

O que melhor expressa à diferença entre a disciplina dos voluntários comuns a dos voluntários da área de resposta a desastres, é o rigorismo, que deve não ser confundido com autoritarismo. O rigorismo é a rigidez no cumprimento eficiente dos misteres táticos, estratégicos, operacionais e administrativos. Não significa que a disciplina deve ser utilizada como método de incutir temeridade no grupo. A disciplina deve ser utilizada como uma forma de comando, visando corrigir o voluntário de emergência e redireciona-lo nos mesmos objetivos da organização, que é dar máxima eficiência ao controle da resposta em situações de Urgências, Emergências e ou Grandes Desastres Naturais ou não, além de garantir a justiça, a dignidade da pessoa humana e as liberdades individuais e coletivas.

Somente quando a autoridade disciplinar impõe a sanção administrativa com o comedimento necessário, obedecendo ao "due process of law", e objetivando a reeducação do subordinado é que os laços de disciplina se reforçam e a credibilidade do comando e da instituição aumentam, assim:

Considerando que Hierarquia e a Disciplina são a premissa básica da BUSF-CPLP e de suas Unidades Representativas de quaisquer características.

 

Considerando que na BUSF-CPLP homens e mulheres conviverão em convergência para atendimento a outrem quando das suas necessidades mais premente como a segurança e manutenção à vida;

 

Considerando que a nossa organização não poderá existir sem princípios norteadores de regras, sejam elas administrativas, operacionais, educacionais, comportamentais internas ou externas e de interação com demais terceiros estranhos à BUSF-CPLP;

 

Considerando que organizações e membros associados perfazem um corpo único legalmente constituído quando em conformidade com as leis de um país;

 

Considerando que o Presidente da Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras – BUSF-CPLP tem o poder de baixar instruções complementares que se fizerem necessárias à interpretação, orientação e aplicação deste Regimento;

 

Considerando que este Regimento Interno Disciplinar – RID, passará a vigorar a partir da data de aprovação em Assembleia Geral da Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras – BUSF-CPLP;

 

                        O Presidente da ORGANIZAÇÃO BOMBEIROS UNIDOS SEM FRONTEIRAS – BUSF-CPLP, usando da atribuição que lhe confere os Estatutos, e a ASSEMBLÉIA GERAL de acordo com os Estatutos em vigor de 1º de Janeiro de 2005, aprova o presente Regimento Interno Disciplinar – RID.

 

 

 

 

Brasil, 1º de janeiro de 2017

12º ano da fundação da BUSF-CPLP

 

 

 

Bolívar Fundão Filho

Presidente

BUSF-CPLP

 

 

O Regimento Interno Disciplinar, estará sempre em mudança, para melhor adequação da administração e da operacionalidade da Diretoria do Comando Geral de Operações, para tanto seus capítulos foram organizados de maneira a facilitar a inserção de novos artigos e demais adendos. para conhecer e estudar  cada capítulo, clique nos links abaixo, O acesso às paginas se faz com a senha exclusiva da organização.

 

CONCEITOS

CAPÍTULO - I

DOS PRINCÍPIOS GERAIS DO REGIMENTO

CAPÍTULO - II

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO III

DAS TRANSGRESSÕES DISCIPLINARES

CAPÍTULO IV

DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DO COMANDO GERAL DE OPERAÇÕES

CAPÍTULO V

DOS POSTOS E FUNÇÕES

CAPÍTULO VI

DAS RECOMPENSAS

CAPÍTULO VII

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Todos os Direitos Reservados para BUSF-CPLP - Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras